segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

A GRAÇA TRANSFORMA - Professor Pádua


"Eram 5 irmãos, quatro de uma mesma mãe. Os quatro detestavam o meio-irmão, filho da velhice, José, e que desfilava a preferência do pai. Para se livrar do rapaz, contrataram um matador de aluguel. O contratado mentiu e soltou o rapaz 200 km depois, mas recebeu o dinheiro como se tivesse feito o serviço combinado.

O pai de José chorou o resto da vida o filho tido como morto num assalto. O pai lamentava também não haver um corpo a sepultar. José trabalhou de tudo: faxineiro, segurança, padeiro, secretário. Acabou na casa de um homem muito rico, que se afeiçoou a ele, sobretudo pelas histórias que contava de sua terra e das orações que fazia, preces longas de quem realmente cria. José mudou de hábitos. Fez carreira e acabou diretor de uma das empresas do seu patrão e amigo. Contratava, despedia. Tinha que se vestir bem, por causa das responsabilidades.

A secretária anunciou que quatro homens o procuravam. Queriam uma audiência.
-- Estamos precisando, mas mando voltar?
José mandou que entrassem. Encaminhou-os ao Recursos Humanos. Foram aprovados. Só faltava, então, a entrevista final. No dia marcado, entraram.

Nenhum questionamento sobre suas habilidades e pretensões. José só fez perguntas sobre a família dos homens.
-- O pai de vocês ainda vive?
-- Está velhinho.
-- Quero conhecê-lo.
-- E as vagas?
-- Quero conhecê-lo.

Foram buscar o velho. Voltaram alguns dias depois. Tinha um jantar na sala de reuniões. O diretor chegou por último enquanto comiam. Aproximou-se do velho e sussurrou, baixinho:
-- Eu sou José.
E abraçou o ancião, que começou a chorar convulsivamente.
José saiu da sala.
Os irmão cercaram o pai. Pensaram em correr. O pai:
-- Agora, vocês vão ficar e pagar.
José voltou para a sala:
-- Hoje é um dia de festa. Louvado seja Deus que trouxe meu pai de volta e me permitiu ver de novo meus irmãos.
-- Perdão, meu irmão -- soluçou o mais velho.
-- Hoje eu entendo porque Deus me mandou para cá. A graça transtornou o mal em bem. E nesse tempo todo Deus me deixou com muita saudade, mas não me deixou sentir ódio. Em nenhum momento. Nós reunidos aqui é um milagre que eu vou agradecer o resto dos meus dias. Agora, vamos festejar.
(Ficção baseada na história real de José do Egito)

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb

RECOMPENSA - Professor Pádua


"Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam." (Tiago 1:12)
Como cristãos, um dia vamos receber recompensas pelos nossos serviços ao Senhor.
Não sei quanto a você, mas eu não adquiri um grande número de prêmios na minha vida. Tenho apenas aquelas medalhas de menção honrosa. E elas não são tão emocionantes como um grande troféu de primeiro lugar!

Mas Jesus disse-nos que o nosso serviço a Deus, mesmo que não seja visto pelas pessoas, é com certeza visto por Deus. Ele diz: "de forma que você preste a sua ajuda em segredo. E seu Pai, que vê o que é feito em segredo, o recompensará". (Mateus 6:4).

A Bíblia fala de coroas que serão dadas como recompensa no céu. Uma delas é chamada de coroa do ganhador de almas, também conhecida como a coroa da alegria: "Pois quem é a nossa esperança, alegria ou coroa em que nos gloriamos perante o Senhor Jesus na sua vinda? Não são vocês?" (1 Tessalonicenses 2:19).

A Bíblia também fala da coroa da vida: "Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam " (Tiago 1:12).

Em terceiro lugar, há a coroa da justiça: "Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam a sua vinda." (2 Timóteo 4:8). Há uma recompensa esperando pelo crente que anseia pelo retorno de Jesus, que O ama, que não vê a hora de ir para o céu.

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb

A TEOLOGIA DO MAL - Professor Pádua


O mal existe sob diferentes formas, como a doença e a morte, a corrupção e a injustiça, o incidente e o acidente, a traição e a decepção. O mal existe sob diferentes disfarces, como o elogio interessado, a diversão destrutiva, o culto mercantilizado e o egoísmo inadmitido.

O mal existe por causa do pecado, embora nem todo mal seja consequência direta do pecado.O mal é provocado por causas naturais (geralmente associadas com fatores sociais, como as "tragédias da natureza") e humanas (tanto individuais quanto coletivas).

O mal alcançou sua realização mais trágica na crucificação de Jesus Cristo. O mal parece onipresente, por sua propaganda vigorosa, e onipotente, pelo seu poder de destruição. Ele não é onipresente porque não está onde Deus está. Ele não é onipotente porque só age quando é permitido.

Nem sempre o evitamos o mal, por causa de suas causas (naturais ou sociais), mas devemos procurar passar ao largo dele, no que depender de nós. O mal existe, mas devemos apostar no bem. Quando apostamos no bem, fazemos como Deus faz.

O mal assume várias faces para nos afligir. O mal é real, embora nem sempre seja visível. Quando representamos o mal, somos cuidadosos e, então, nós o representamos de uma forma a provocar repulsa. Esta prática, que tem uma dimensão didática, não nos deve confundir. Muitas vezes, o mal não tem cara de mal. Se uma pessoa má parecesse má, nunca chegaríamos perto dela. A sedução é sedução precisamente porque não parece ser uma sedução. Por isto, ela nos seduz. Além disso, o mal está em todos os lugares. Está no governo, está na empresa, está na família, está na igreja. O mal existe dentro dos nossos corações e estará onde estivermos.

Devemos fazer perguntas sobre o mal, mas devemos tomar cuidado para não gastarmos tempo e energia de mais com as discussões. Explicar o mal nao o elimina. Infelizmente, sofremos situações que não desejamos e nem esperamos. Por isto, bom será admitirmos que o mal existe. Melhor será pedirmos a Deus, como Jesus nos ensinou, que nos livre do mal.

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb

MUNDO OU DEUS? - Professor Pádua


"Então Ló foi falar com seus genros, os quais iam casar-se com suas filhas, e lhes disse: 'Saiam imediatamente deste lugar, porque o Senhor está para destruir a cidade!' Mas eles pensaram que ele estava brincando." (Gênesis 19:14)

Quando se tenta viver tanto para Deus quanto para o mundo, se passa a parecer com o pobre soldado confuso na Guerra Civil Americana, o qual não sabia decidir de que lado queria lutar. Assim, ele usava um casaco da União e calças dos Confederados. Quando ele marchou para o campo de batalha, levou tiros de ambos os lados.

Se você tentar viver nos dois mundos, vai acabar tendo uma vida miserável.

Viver a vida comprometida com dois mundos, é algo perigoso. Basta dar uma olhada na vida de Ló, o exemplo clássico de comprometimento com dois mundos. Com certeza ele cria em Deus, mas cometeu inúmeros erros.

Ló vivia na cidade ímpia de Sodoma e tornou-se um líder lá. Mas ele estava tão ligado ao pecado que, quando foi dizer a seus genros que o juízo de Deus estava chegando, eles riram e pensaram que ele estava brincando.

Não havia poder em seu testemunho, porque ele vivia uma vida totalmente mundana.

Isso acontece com você? Você tem ficado cada vez mais fraco espiritualmente? Será que as coisas que antes lhe envergonhavam já não lhe sensibilizam mais? Você se encontra cada vez mais tolerante com o que é mau e menos interessado com o que é espiritual? Você acha que as suas palavras parecem não ter efeito sobre os descrentes com os quais você as compartilha?

Esse é o perigo das pessoas que vivem uma vida imersa nas coisas do mundo. Elas não puxam os outros para cima. Os outros é que as puxam para baixo. (Devocionais)

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

DEUS NÃO PRECISA DE VOCÊ - Professor Pádua


LEIA O TEXTO E PENSE NA IMAGEM.

Nosso EU pode gemer nesta hora e tentar nos convencer que nós pregamos, oramos, jejuamos, evangelizamos e não passamos de servos inúteis? Isso mesmo, inútil, pois estes são atributos que os servos devem fazer. Se o servo faz aquilo que cabe a ele fazer, não há honra, é obrigação.

Mas, existem alguns servos que podem fazer além do dever. Aqueles que caminham a segunda milha, entregam a capa e a túnica, oferecem a outra face, excedem a justiça dos fariseus (Mt 5.20) são servos úteis. Fazem mais do que lhe é proposto. Com um coração disponível e humilde, buscam direcionamento em Deus e vão além de suas obrigações.

Faça a diferença querido. Com amor e humildade, faça além do que lhe é proposto, e seja um servo útil na obra do Senhor. Esta obra precisa dos servos úteis. E se você chegou até aqui, é você que o Senhor desta obra quer levantar como servo útil.

Prof. Pádua

FUI CRUCIFICADO - Professor Pádua


"Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim [...]" (Gálatas 2:20)

Se você quiser ser um verdadeiro seguidor de Jesus, precisa tomar a sua cruz. Jesus disse: "Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me" (Mateus 16:24).

Isso pode soar mal para alguns de nós. Não dá para aceitar sair por aí carregando uma cruz enorme de madeira - vivendo uma vida miserável, uma vida de sacrifício altruísta.

Então, deixe-me compartilhar algo com você. Tomar a cruz de Cristo significa vir ao Senhor e dizer: "Deus, sei que você conhece mais sobre a vida do que eu. Você sabe o meu futuro e o que é melhor para mim. E Senhor, eu quero o que Você quer para mim mais do que o que eu quero para mim mesmo. Estou disposto a colocar a Sua vontade acima da minha. Se isso significa abrir mão de algo que pudesse me atrapalhar ou me machucar espiritualmente, eu estou disposto. Se isso significa excluir algo que esteja me puxando para baixo, eu estou disposto. Porque sei que Você me ama e tem em mente o que é melhor para mim."

É por isso que o apóstolo Paulo disse: "Fui crucificado com Cristo. Assim já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim [...]." (Gálatas 2:20).

A melhor vida é aquela que foi trocada, aquela que tem sido entregue para Deus. A melhor vida é aquela vivida em obediência a Jesus Cristo. (Devocionais)

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb

SAUDADE DO CÉU - Professor Pádua


"[...] Também pôs no coração do homem o anseio pela eternidade [...]" (Eclesiastes 3:11)

Você já sentiu saudade de casa? Mesmo estando num lugar lindo, cercado de pessoas muito queridas, já sentiu saudade de querer voltar para casa o mais rápido possível?
É como se diz: não há lugar algum no mundo como a nossa casa.

Não importa como seja seu lar na terra. Há outro lar do qual todos devíamos sentir falta. Esse lugar é chamado céu. Bem no fundo de nós, sentimos falta do céu, quase como se tivéssemos um instinto de volta ao lar que nos guiasse para lá.

É fantástico como Deus pôs instinto de voltar para casa nos animais. Desafiando todas as probabilidades, os salmões voltam do mar para procriar nos rios onde nasceram. As andorinhas, ano após ano, retornam a seus ninhos na missão jesuíta de San Juan Capistrano, na Califórnia. Há algo embutido nessas aves e nesses peixes que os leva de volta para casa.

Deus também embutiu isso em nós: um instinto, um desejo, uma necessidade do céu. Eclesiastes 3:11 diz: "Também pôs no coração do homem o anseio pela eternidade". E, por causa disso, nunca estaremos plenamente satisfeitos nesta vida. Nada chega à altura do céu.

Você foi criado para conhecer a Deus. Foi criado para ir para o céu.

Deus pôs em você esse instinto de voltar ao lar e você só ficará contente quando O vir face a face.
Está pronto para isso? Está pronto para ir para casa? (Devocionais)

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb

RENOVANDO - Professor Pádua


"Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio. Se não se arrepender, virei a você e tirarei o seu candelabro do seu lugar." (Apocalipse 2:5)

Antes que possamos falar sobre reavivamento na igreja, cada cristão deve se perguntar: Será que eu estou reavivado? Será que estou vivendo como um seguidor comprometido de Jesus Cristo?

Faça a si mesmo essa pergunta agora. Se a sua resposta for a que você não é um seguidor comprometido de Jesus Cristo, então você é parte do problema e não parte da solução.

Ouça o que Jesus disse à igreja de Éfeso no livro do Apocalipse:

"Conheço as suas obras, o seu trabalho árduo e a sua perseverança. Sei que você não pode tolerar homens maus, que pôs à prova os que dizem ser apóstolos mas não são, e descobriu que eles eram impostores. Você tem perseverado e suportado sofrimentos por causa do meu nome, e não tem desfalecido. Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor. Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio. Se não se arrepender, virei a você e tirarei o seu candelabro do seu lugar.” (Apocalipse 2:2-5)

Jesus deu à igreja de Éfeso, os três pilares do renascimento: lembrança, arrependimento e repetição.

"Lembre-se de onde caiu!" e depois Ele diz: "Arrependa-se". Em outras palavras: afastem-se de seus pecados. E, finalmente, repetição: "Faça as primeiras obras". Volte e servir a Deus como você fez uma vez.

Lembrar-se, arrepender-se, e repetir. Coloque os três pilares do reavivamento em prática, porque precisamos ser reavivados diante de Deus. (Devocionais)

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb

VERGONHA DO QUE? - Professor Pádua


Não devemos ter vergonha de começar um projeto novo, seja um curso, um concurso, um emprego, um negócio, um ministério, para o qual nos sentimos incapazes ou velhos. Devemos ter vergonha em não começar e deixar a vida acabar diante dos nossos olhos e nossos braços cruzados.

Não devemos ter vergonha de confessar os nossos pecados, sejam considerados leves ou pesado, porque a confissão é o primeiro passo para nos livrarmos deles. Devemos ter vergonha em nos esconder, em parecer o que não somos, em rejeitar o perdão que Deus nos oferece e permanecer na culpa que pode ser extirpada.

Não devemos ter vergonha em decidir mudar, não importa a área que precise ser transformada, não importa o quão difícil nos seja; se decidimos é porque acreditamos que podemos trilhar um caminho novo. Devemos ter vergonha em desistir de viver, quando a vida está apenas um salto.

Não devemos ter vergonha em permitir que as pessoas vejam a nossa pobreza, seja material, emocional ou espiritual. Devemos ter vergonha em mentir.

Não, nunca é tarde para começarmos. Nunca estamos suficientemente velhos que não possamos dar início a um projeto novo, talvez postergado a vida toda. A hora é agora. Nunca somos tão incapazes para começar algo novo que não possamos aprender. O tempo é hoje.

Não, nunca é inoportuno reconhecer nossos erros, admitir nossos traumas, lutar contra nossos vícios. A vida não precisa ser o que ela é, porque pode ser o que Deus deseja que nos seja. Inoportuno é reclamar e nada fazer, sem nada esperar, sem que a vida já tivesse terminado.

Não, nunca terá passado o tempo de darmos início ao processo de retomada de nossa vida, mentoreada pelas mentiras, arrastada pelo ódio, despedaçada pela decepção, sufocada pela solidão, fustigada pela frustração. Não somos obrigados a viver, não importa as heranças que tenhamos herdado ou os erros que tenhamos cometido.

Podemos e devemos passar nossa vida a limpo.
Podemos e devemos colocar luz sobre os fantasmas do passado, para que eles desapareçam.
Podemos e devemos receber a Verdade que nos liberta.
Podemos e devemos suar de tanto trabalhar para que a vida até agora ausente se torne presente a partir de agora. (IBA)

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb