sábado, 4 de outubro de 2014

CINTO DA VERDADE - Professor Pádua

"Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça"(Efésios 6:14)

Em sua descrição da armadura de Deus em Efésios 6, Paulo não começa com os objetos mais conhecidos, como a espada ou o escudo. Ao invés disso, começa a sua lista dizendo-nos para nos cingir com "o cinto da verdade".

De que Paulo estava falando? Precisamos raciocinar como um "soldado romano" por um momento.

Os romanos não usavam calças, como fazemos nos dias de hoje. Eles usavam vestes ou togas, geralmente curtas no campo de batalha. Então, para mover-se rapidamente no campo de batalha, o soldado romano precisava puxar a toga até acima dos joelhos.

Estando o cinto afivelado significava simplesmente que ele iria puxar para cima a sua toga e apertar o cinto uns dois furos, o que lhe daria a liberdade de movimentos que precisava.

O cinto não era uma peça de destaque nas armaduras, mas era essencial para todo o resto. O peitoral estava preso ao cinto, assim como a bainha da espada. Se o seu cinto caísse, sua couraça iria cair e sua toga também - você pode ter a espada mais afiada na bainha, mas você está destinado a tropeçar em sua própria veste e parecer bem tolo nesse momento.

Assim, o cinto era importante. É por isso que Paulo o colocou no topo da lista.

Ter seu cinto apertado significa que você está pronto para a batalha e pronto para se mover. Precisamos estar sempre prontos. Não podemos nos dar ao luxo de tirar um ou dois dias de folga espiritualmente. Temos que manter nossa armadura em todos os momentos, porque no momento em que a tiramos, o diabo vai estar lá para nos atingir com força total.

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb

Nenhum comentário: