quinta-feira, 17 de julho de 2014

ÓDIO...


A minha palavra antes de encerrar o dia, tem muito haver com a sua insônia e falta de conforto ao colocar a cabeça no travesseiro - ÓDIO!

O ódio é um dos gigantes maus da alma.
O ódio nasce num relacionamento, em casa, no trabalho, na igreja.
Por alguma razão, fomos magoados, intencionalmente ou não.
Recebemos o golpe.
Então, um sentimento vai se formando dentro de nós.
Primeiro, achamos que fomos alvos de uma injustiça e ficamos decepcionados.
Depois, ficamos ressentidos. Olhar para a pessoa que nos ofendeu começa a doer. Se não resolvermos a questão, vai doer cada vez mais.
Com o tempo, o ressentimento, que começou leve, se torna forte. Em alguns casos, pode alimentar um desejo de vingança, que pode gerar gestos de violência.
Quando isto acontece, estamos dominados pelo ódio.
O ódio por um inimigo é, na verdade, nosso inimigo.
O ódio alimenta o ódio e se alimenta do ódio.
O ódio não resolve com a justiça. O ódio se resolve com a graça. Quando unilateralmente, perdoamos quem nos ofendeu nós nos tornamos livres. Quando odiamos, somos escravos.
Odiar é uma escolha.
Perdoar é também uma escolha.
E nós sabemos qual é a melhor escolha.

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb

Nenhum comentário: