segunda-feira, 9 de junho de 2014

NAÇÃO FELIZ


Movidos pela "Teologia do Domínio" muitos estampam adesivos em seus automóveis a verdade que é feliz a nação que tem a Deus como o seu Senhor. Na verdade, queira a nação ou não, Deus é o Senhor dela. 

Quanto à felicidade, trata-se de outra realidade. Ela vem de uma escolha. Nem sempre elegemos Deus como o nosso Senhor.

Eleger a Deus como o Senhor de nossa nação implica em viver os valores que ele propõe. O caminho é para governantes e governados. 
Eleger a Deus como o Senhor de nossa nação é reconhecer que os recursos naturais da nossa terra nos foram dados para abençoar a todos e não a uma minoria que se diz dona das coisas.
Eleger a Deus como o Senhor de nossa nação é colocar os sem-proteção, sobretudo as crianças, sob cuidados que lhe deem um presente e um futuro dignos.
Eleger a Deus como o Senhor de nossa nação é fazer da virtude o alvo, nunca elevar o vício à categoria de coisa boa, que não é.
Eleger a Deus como o Senhor de nossa nação é buscar conhecer os seus conselhos e procurar segui-los com  toda a integridade.

Queremos mesmo que Deus seja o Senhor de nossa nação, para sermos felizes?

Nos abençoe!

Nenhum comentário: