domingo, 1 de junho de 2014

COMPARTILHANDO J. C RYLE - EVANGELHO I


Ontem à noite, estava lendo de J. C. Ryle "Meditações no Evangelho de Mateus" (Editora Fiel) e grifei três parágrafos que li repetidamente não sei quantas vezes. Vou compartilhar o Primeiro:

Evangelho I

"Existe no Evangelho uma provisão completa para todas as necessidades da alma humana. Há um suprimento de tudo quanto se requer para aliviar a fome e sede espiritual. Perdão, paz com Deus, uma viva esperança neste mundo, glória no mundo vindouro, são bênçãos retratadas diante dos nossos olhos em rica abundância. Trata-se de “um banquete de cousas gordurosas”, Isaías 25.6. Toda esta provisão é devida ao amor manifestado pelo Filho de Deus, Jesus Cristo, nosso Senhor. Ele deseja nos unir a si mesmo, restaurar-nos à família de Deus como filhos queridos, vestir-nos com a sua própria justiça, dar-nos uma posição em seu reinado e nos apresentar inculpáveis perante o trono do seu pai, no último dia. O Evangelho, em suma, é uma oferta de pão para o faminto, de alegria para o triste, de um lar para o desprezado, de um amigo para o perdido. O Evangelho é boas novas. Deus oferece identificar-se com o homem pecador, mediante seu Filho querido. Jamais nos esqueçamos: “Nisto consiste o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou, e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados”, I Jo 4.10. (Meditações no Evangelho de Mateus, pág. 184-185)

Nenhum comentário: