quinta-feira, 19 de junho de 2014

A DOR DE UMA AMIZADE


No livro de provérbios de Salomão, encontramos vários textos sobre amizade. Um me chama atenção: “Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro” Pv 27.17. 

É nosso relacionamento com o próximo que nos torna melhores – e que torna nosso próximo preparado para exercer sua missão. Por que um ferro deve ser afiado? Pois seu propósito é cortar. Quando ajustamos nossos relacionamentos à vontade de Deus, nosso caráter é moldado. No momento em que fortalecemos a nossa amizade com uma palavra de exortação, um conselho sincero, ou confrontação, somos também afiados por Deus como ferramentas Suas.

Uma amizade leva tempo para ser desenvolvida, solidificada e duradoura. Todos nós temos grandes amigos de infância – mas quanto mais o tempo passa, mais difícil parece ser construir amizades. Quem sabe por que quando crianças nosso senso crítico não era tão aguçado! Recebíamos os outros com mais desprendimento e menos seriedade. Não analisávamos tanto, apenas abraçávamos. Seria possível praticarmos hoje? Conseguiríamos receber um novo amigo – no PG, na panelinha pós-culto ou no ministério onde servimos – sem avaliar tanto? Eu creio que podemos chegar lá – eu, urgentemente, preciso chegar lá!

O reverendo Hernandes Dias Lopes diz que “não existe amizade indolor”. A mais pura verdade. A amizade cresce e começa a doer, incomodar com sua invasão em nossa vida. Mas este é nosso desafio: assim como Jesus desenvolveu um relacionamento com os 12 discípulos e os aceitou apesar de suas diferenças e chatices – pense em Pedro, Judas e Tomé! – nós também podemos viver o melhor de uma amizade ao entendermos seu valor e estimarmos sua influência em nossa caminhada. Nossos relacionamentos geram frutos para a eternidade. Que estejamos dispostos a começar novas amizades, a desenvolver novas amizades, mas nunca a terminá-las. Acredite, a dor de uma amizade é conveniente pra você hoje.

Nos abençoe!
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474
c) Nos ADD - https://www.facebook.com/professorpadua.ipb

Nenhum comentário: