sexta-feira, 9 de maio de 2014

O EGITO DENTRO DE NÓS



Numa frase memorável, George Herbert Morrison recordou o êxodo hebreu, ocorrido segundo a Bíblia há 35 séculos, com os seguintes palavras: "Levou uma noite para tirar Israel do Egito, mas 40 anos para tirar o Egito de Israel".

Tirar Israel do Egito foi uma ação divina, que contou com uma mínima participação humana. Então, o povo começou a sua caminhada. Esta era a sua parte na libertação. No entanto, sua liberdade seria completa quando o Egito saísse da alma do povo. Era uma ação humana esta, com a participação (nunca mínima) de Deus.

O Egito dentro de Israel era, por exemplo, a prática de recorrer aos deuses, como Apis, o deus-boi, a quem os hebreus acabaram buscando no deserto. O Egito dentro de Israel era, também, uma memória corrompida, que tinha saudade dos melões da terra de Gósen, mas se esquecia dos gritos e dos chicotes dos capatazes nas olarias.

Não guardamos o Egito dentro de nós também, ainda hoje?

Deus nos libertou, sem nossa ajuda, e agora quer nos ajudar a que nos libertemos de nós mesmos, seja de nossa idolatria, seja de nossas amarguras, seja de nossos vícios, seja de nossos egoísmos.
Entre o que somos e o que podemos ser há um deserto, que não precisamos percorrer sozinhos. (IBA)

Peço duas coisas:
a) Siga-nos no blog - http://professorpadua.blogspot.com.br/
b) Curta a nossa página - https://www.facebook.com/pages/Professor-Pádua/163391750483474

Nenhum comentário: