quarta-feira, 23 de abril de 2014

MEDITANDO NOS DRAMAS DA VIDA - INVEJA


“O ânimo sereno é a vida do corpo, 
mas a inveja é a podridão dos ossos.”
Pv 14.30

A inveja é um sentimento medíocre. É filha da ingratidão e mãe da infelicidade. O invejoso em vez de alegrar-se com o que tem, entristece-se com o que os outros têm. Isso aconteceu na família de Adão e Eva. Seus filhos Caim e Abel receberam as mesmas instruções. Aprenderam a adorar a Deus. Caim era lavrador e Abel pastor de ovelhas. Ambos vieram ofertar ao Senhor. Caim trouxe dos produtos da terra e Abel das primícias do seu rebanho.

Deus se agradou de Abel e de sua oferta, mas não se agradou de Caim e de sua oferta. Antes de receber a oferta, Deus precisa receber o ofertante. Antes de colocarmos nossa oferta no altar precisamos apresentar a Deus a nossa vida. Deus não se agradou de Caim. Por conseguinte, não se agradou de sua oferta. Em vez de Caim reconhecer seu pecado e imitar seu irmão Abel, encheu-se de inveja e resolveu matá-lo. Seu ódio velado transformou-se em dissimulação criminosa. Caim chamou seu irmão para uma armadilha e, depois de matá-lo, tentou ainda amordaçar sua consciência, fugindo da responsabilidade. Cuidado com a inveja!

Leia ainda – O Drama do Medo

Curta a nossa página

Nenhum comentário: