sábado, 1 de fevereiro de 2014

QUADRO DAS DUAS CLASSES DE OUVINTES – Mateus 7. 21-28


Quem ouve o ensino cristão e põe em prática o que ouve, é como o “homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha”. Ele não se contenta em apenas ouvir exortações ao arrependimento, exortações a confiar em Cristo e a viver uma vida santa. Ele de fato se arrepende. Ele realmente crê. Ele realmente abandona a prática do mal, aprende a fazer o bem, abomina tudo que é pecaminoso e apega-se ao que é bom. Ele não só é ouvinte, mas também é um praticante (Tg 1.22).

E qual é o resultado de tudo isso? Em tempos de provação, a sua religião não o desampara. Os dilúvios de enfermidade, tristeza, pobreza, desapontamento e desolações desabam sobre ele, mas em vão. A sua alma permanece inabalável. A sua fé não cede terreno. Nunca é destituída de conforto. A sua religião talvez lhe tenha custado tribulações, em tempos passados. Os seus alicerces podem ter sido obtidos com muito esforço e lágrimas. Para descobrir o seu interesse pessoal na pessoa de Cristo, talvez ele tenha passado muitos dias de buscas incessantes, muitas horas de luta em oração. Porém, os seus labores não foram em vão. Agora ele colhe uma rica recompensa. A religião verdadeira é aquela que é capaz de resistir a provação.

Extraído do Livro “Meditações no Evangelho de Mateus” de J. C. Ryle
Editora Fiel, pág. 51-52.

Nenhum comentário: