sexta-feira, 1 de novembro de 2013

"O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE A ORAÇÃO PELOS MORTOS?"


Parei as minhas atividades para ter que refutar mais uma das facetas e mentiras da turma que representa o FALSO PROFETA, a qual se intitulou de BISPO Edir Macedo – “E desviarão os ouvidos da verdade, voltando ás fábulas” (2. Tm 4.4).

Orar pelos mortos não é um conceito bíblico. Nossas orações não têm nenhuma influência sobre alguém que já morreu. A realidade é que, no momento da morte, o destino eterno já está confirmado. Ou essa pessoa é salva pela fé em Cristo e está no céu experimentando descanso e alegria na presença de Deus, ou está em tormento no inferno. A história do homem rico e Lázaro, o mendigo, nos fornece uma vívida ilustração desta verdade. Jesus claramente usou essa história para ensinar que após a morte os injustos são eternamente separados de Deus, que se lembram da sua rejeição do evangelho, que estão em tormento e que sua condição não pode ser remediada (Lucas 16:19-31).

O escritor aos Hebreus nos diz: "E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo" (Hebreus 9:27). Aqui entendemos que nenhuma mudança na condição espiritual pode ser feita após a morte - ou por si próprio ou por meio dos esforços dos outros. Se é inútil orar pelos vivos que estão a cometer "um pecado que leva à morte" (1 João 5:16), ou seja, o pecado contínuo sem buscar o perdão de Deus, como poderia a oração por aqueles que já estão mortos servir-lhes de algum benefício, já que não há nenhum plano de salvação após a morte?

A Bíblia ensina que aqueles que têm se rendido à vontade do Salvador (Hebreus 5:8-9) entram diretamente e imediatamente na presença do Senhor após a morte (Lucas 23:43, Filipenses 1:23, 2 Coríntios 5:6, . Que necessidade, então, têm eles pelas orações do povo na terra? Embora nos simpatizemos com aqueles que perderam entes queridos, devemos ter em mente que "eis, agora, o tempo sobremodo oportuno, eis, agora, o dia da salvação" (2 Coríntios 6:2). Embora o contexto se refira à era do evangelho como um todo, o versículo é adequado para qualquer indivíduo que não esteja preparado para enfrentar o inevitável - a morte e o julgamento que se segue (Romanos 5:12, 1 Coríntios 15:26, Hebreus 9:27) . A morte é final e depois disso, nenhuma quantidade de oração vai beneficiar uma pessoa que rejeitou a salvação durante a vida.


__________________________
Curta a nossa página:
Nos abençoe sendo um seguidor em nosso blog:
Venha para o nosso grupo “Comunidade Família Viva”:
E se quiser nos add, eis o nosso perfil:
Siga-nos no twitter:

Nenhum comentário: