sábado, 3 de agosto de 2013

O GRANDE DILEMA


Bom seria que os nossos colegas de trabalho fossem bons e que todos buscassem tocar suas tarefas da melhor maneira que pudessem. Que ninguém fingisse que trabalha. Que todos levassem a sério a missão da empresa. Que ninguém desejasse fazer o outro de escada para subir e ganhar mais. Que todos os colegas fossem amigos uns dos outros. Que ninguém pensasse e falasse mal dos companheiros. Que todos fossem dignos de confiança. Que ninguém defraudasse a organização. Que todos se esforçassem.

Sabemos que infelizmente nem sempre é assim. Muitas vezes, quase nunca é assim.
Buscamos, nessas horas de percepção aguda sobre o ambiente em que passamos a maior parte de nossas vidas, uma orientação e a encontramos: "Sejam espertos como a serpente, mas inofensivos como as pombas" (Palavras de Jesus Cristo, em Mateus 10.16).

Se não mantivermos esta tensão, desanimaremos de ser ovelhas entre os lobos. Com o tempo, a amargura poderá nos fazer lobos. Se mantivermos esta tensão, cresceremos entre os lobos, mas continuaremos o que somos: ovelhas.

Ovelhas ouvem, mas os lobos só sabem urrar.
Ovelhas se calam, se falar é jogar pérolas para porcos.
Ovelhas oram, pedindo sabedoria sobre como agir, sem ingenuidade mas sempre com esperança, sem se deixar usar mas nunca abusar.
Ovelhas agem segundo uma agenda que vem de cima, nunca da baixaria ao redor.


_______________________________________________ 
Curta a nossa página:
Nos abençoe sendo um seguidor em nosso blog:
Venha para o nosso grupo “Estudando o sermão do monte”:
E se quiser nos add, eis o nosso perfil:
Siga-nos no twitter:

Nenhum comentário: