sábado, 27 de julho de 2013

CONHECIMENTO INTELECTUAL


Observe como o rei Herodes indagou dos sacerdotes e dos anciões dos judeus acerca de “onde o Cristo deveria nascer”. Note também com que prontidão eles lhe deram a resposta, mostrando que estavam perfeitamente familiarizados com o teor das Sagradas Escrituras. Entretanto, eles mesmos nunca foram a Belém, em busca do Salvador que estava para nascer. Também não quiseram acreditar nEle, quando Ele começou a ministrar entre o povo. Portanto, seus corações não estavam tão despertos quanto a sua inteligência. Cuidemos para nunca nos satisfazermos somente com um conhecimento mental. Esse conhecimento é excelente, quando usado de forma correta. Não obstante, uma pessoa pode ser possuidora de um profundo conhecimento intelectual e, no entanto, perecer para sempre. Qual é o estados dos nossos corações? Essa é a questão que realmente importa. Um pouco de graça é melhor do que muitos dotes, que por si só não salvam a ninguém. Mas, a graça divina nos conduz à glória.

Extraído do Livro Meditações no Evangelho de Mateus de J. C. Ryle
Editora Fiel, pág. 12.

Nenhum comentário: