sexta-feira, 24 de setembro de 2010

DEUS É HOMOFÓBICO?

Nos dias de hoje, quando se prega contra as práticas homossexuais, é comum o pregador ser taxado de homofóbico. 
Mas afinal, o Senhor Deus é homofóbico? Se o ato de pregar contra as práticas homossexuais é ser homofóbico, logo, podemos entender que Deus é sim homofóbico. 
O que deve ser entendido ao se utilizar a Bíblia Sagrada, é que, ninguém anuncia discriminação contra os homossexuais, mas sim, contra as "práticas homossexuais". 
Eu sempre ouvi uma frase muito interessante desde que era pequeno, que assim dizia: "Deus não ama o pecado, mas Deus ama o pecador". 
A mesma frase é aplicada nas questões homossexuais, Deus continua amando os homossexuais, porém, não ama a homossexualidade. 
Quanto aos pregadores do Evangelho, e que seguem o Mestre e Senhor Jesus, o principio é o mesmo; devem sim amar os homossexuais, porém devem também discordar das praticas pecaminosas da homossexualidade, embora sejam acusados de homofóbicos.
1. ESTÁ NA BÍBLIA
Leiamos o que Senhor Jesus disse em Mateus 10:34-39: 
Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada (v.34)
Ele estava verdadeiramente se referindo as dissenções causadas por causa do Evangelho. Fato que ocorre nos dias de hoje, por exemplo, quando se prega contra as práticas homossexuais. É inevitável o conflito, afinal, mesmo o pregador se utilizando dos textos ensinados na Bíblia, ainda assim acaba sendo criticado por aqueles que preferem contrariar as sagradas Escrituras e continuam vivendo no pecado. 
Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra; E assim os inimigos do homem serão os seus familiares. (v.35,36)
O texto deve ser entendido, não pelo ângulo de que o Senhor estava incentivando a discórdia ou as brigas no lar, mas sim, deixando as claras o fato de que para "servir" ao Senhor e seguir os Seus ensinamentos, discordar dos falsos ensinamentos e das falsas doutrinas acabaria trazendo discórdias e conflitos. 
Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim. (v.37)
Amar ao Senhor acima de todas as coisas, implica no fato de ser sim taxado de homofóbico, se para isso o verdadeiro Evangelho venha a ser pregado e propagado, afim de arrancar os escravos das garras de satanás. A prisão o processo e a perseguição, fazem parte da vida de todo aquele que verdadeiramente pretende pregar o genuíno Evangelho ensinado pelo Senhor Jesus e seguido pelos Seus apóstolos. 
E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim. (v.38)
Tomar a cruz é sim sacrificar a própria vida, afim de seguir ao Senhor Jesus. Assim como Deus se fez carne, e abriu mão da Sua glória para morrer na cruz em lugar do pecador, para libertá-lo da escravidão do pecado, assim também o homem deve abrir mão dos prazeres da carne afim de servir e agradar ao Salvador.
Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á... (v.39)
O que todo o pecador deve entender é o fato de que a felicidade não pode estar em contrapartida ao amor por Deus. Muitos pegam a prática do pecado em nome do amor, mesmo que para isso tenham que contrariar os mandamentos de Deus. Quando o pecador dá preferência a sua felicidade temporária aqui neste mundo, acaba perdendo a felicidade eterna conquistada pelo Salvador e Senhor. Perder a vida, é abrir mão do pecado e seus prazeres, afim de achar a vida eterna e o nome escrito no Livro da Vida. 
2. DEUS É HOMOFÓBICO?
Tomando por base o texto acima, podemos entender que Deus não vai deixar de contrariar as práticas homossexuais, mesmo que para isso Ele acabe sendo taxado de homofóbico. 
Vamos a Sua palavra:
Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles. Levítico 20:13
Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros,homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. Romanos 1:26,27
Que Deus ilumine e abençoe a vida de todos os homossexuais, para que abandonem as obras da carne.

Nenhum comentário: