sexta-feira, 30 de março de 2007

Ansiedade

Ansiedade é um dos grandes empecilhos à eficácia da oração. Há um hino que nos ensina uma lição que precisamos aprender. Ele diz: "Leva o teu fardo ao Senhor e deixa ali"; e o coro repete várias vezes a expressão-chave: "deixa ali, deixa ali". Creio que não há cristão que não leve os seus problemas e as suas aflições a Deus em oração, mas quantas vezes será que realmente deixa os problemas com Ele? Alguém disse que é muito difícil entregar todas as dificuldades a Deus, em perfeita confiança na sua solução. Disse mais que, antes de dormir, pode falar com Deus sobre as suas aflições e pedir que essas sejam resolvidas de acordo com a vontade divina, mas ainda fica acordado muitas horas, preocupando-se com uma solução. Devemos convencer-nos do fato que Deus tem cuidado de nós, que Ele quer ajudar-nos, mas exige de nós perfeita confiança. Se terminarmos a oração ainda com ansiedade, fracassamos no orar. Voltemos, então, para a presença de Deus, pois Ele está pronto a nos tirar os fardos e nos dar perfeito descanso. Assim, podemos dizer com o salmista: "Em paz me deitarei e dormirei, porque só tu, Senhor, me fazes habitar em segurança" (Salmos 4:8).

Um comentário:

laura disse...

amei este assunto sobre estarmos ansiosos, é verdade tenho vivido certas situações em minha vida e isto q vc escreveu realmente é verdade.e agora muita coisa q eu naum estava entendendo após ler o assunto clareou muita coisa. obrigada q Deus continue te usando para nos ajudar com seu conhecimento.